Rita Duarte

Sobre a artista
A artista plástica cuiabana, Rita Duarte, iniciou sua formação acadêmica na Escola de Belas Artes – UFRJ, no Rio de Janeiro. Desde os primeiros trabalhos, Rita imprimiu sua linguagem própria, marcada pela pesquisa de suportes e técnicas, sempre com a profusão de cores e tonalidades, que definem o DNA da sua obra.

Durante os 18 anos em que viveu na capital carioca, a artista sempre inquieta e ativa, recebeu o convite para sua primeira exposição na Galeria da Caixa Econômica Federal. A partir de então foram muitas as mostras e premiações, inclusive internacionais. De volta a Cuiabá, desde 2.000, continuou com sua intensa produção criativa em se expressa, além de em tinta acrílica sobre tela, através de materiais diversos como vergalhões, cimento leve, chapas de ferro, tanto na pintura quanto na escultura.

Segue documento com o perfil e trajetória de Rita Duarte.

Sobre a exposição na Universidade Federal de Cuiabá

“Renascimento”
A coletânea para a exposição “Renascimento” abrange, em sua maioria, obras da atual fase de Rita Duarte. Reflexo de sua busca pessoal por práticas que intensifiquem a consciência e o autoconhecimento, sua obra se liberta de fronteiras. A cor, elemento marcante do seu trabalho, deixa de ser contida em estruturas geométricas e explode em composições fluidas.
A artista, que nunca utilizou o cavalete para suas criações, tem como característica a produção das obras sempre na horizontal. O processo confere liberdade para que a tinta, mais líquida e transparente, encontre sua expressão em meio a uma sucessão de camadas. Na paleta cromática, os metálicos foram introduzidos, revelando quase que veios preciosos aos tons minerais.
A escrita, recorrente na obra de Rita, volta a constar em textos ininteligíveis que marcam a presença do humano: Rita Duarte passou por aqui.

MoMa
Artista visual e designer

Agradecimentos

Texto: Mônica Machado

Fotografias: Rama Chandra

Contato: (65) 99917-7302
Insta: @ramafotografia